Esquizofrenia apresenta-se de diferentes formas - MaisEquilíbrio

Esquizofrenia apresenta-se de diferentes formas

Em geral, os primeiros sinais da esquizofrenia são notados ainda na adolescência ou no início da fase adulta

Esquizofrenia apresentase de diferentes formas

A esquizofrenia ainda é um dos mistérios da medicina porque afeta o cérebro, o órgão mais complexo do nosso corpo e pode se apresentar de diversas formas. Acredita-se que a desregulação de sistemas químicos no cérebro, que promovem a transmissão de informações entre as células por meio de neurotransmissores, estejam entre os fatores que contribuam para a manifestação do distúrbio.

"A atividade da dopamina, neurotransmissor responsável por determinar a importância dada ao que se percebe e se pensa, aumenta em pacientes com esquizofrenia, e isso explica os delírios e alucinações", diz o psiquiatra Rodrigo Bressan, corrodenador do Grupo de Imagem Molecular do Instituto do Cérebro do IIEP e coordenador do Programa de Esquizofrenia (Proesq) da Unifesp.

Publicidade

Doença pode apresentar vários tipos

Pouca gente sabe, mas a esquizofrenia se apresenta de diferentes formas e tipos. Em geral, os primeiros sinais da doença são notados ainda na adolescência ou no início da fase adulta, quando os pais, familiares e amigos próximos percebem que a pessoa começa a se isolar e tem dificuldades de socialização, além de apresentar alguns medos exagerados e excesso de preocupações muito diferentes que costumava ter.

Um desses tipos chama-se esquizofrenia paranoide, quando os sintomas incluem ansiedade, fúria ou propensão a brigas, falsa crença de que pessoas estão tentando fazer mal a eles ou a seus entes queridos. Já a esquizofrenia desorganizada vem acompanhada de dificuldade para raciocinar e o paciente tem dificuldade de expressar suas ideias claramente, um comportamento infantil e demonstra pouca emoção.

Os pacientes com sintomas de esquizofrenia catatônica raramente respondem muito a outras pessoas, demonstram falta de atividade e fazem caretas ou outras expressões faciais estranhas. A esquizofrenia residual apresenta alguns sintomas, mas não tanto quanto as pessoas que estão em um episódio completo de esquizofrenia. Há ainda outros sintomas não identificados pela medicina porque não se enquadram em nenhum desses listados.

Acompanhamento médico

A cura da doença ainda não foi descoberta nem é possível preveni-la. Por isso a importância e a necessidade de acompanhamento médico regularmente, profissional que vai orientar o melhor caminho para o bem-estar na vida do paciente, e inclusive pode indicar uso de medicamentos e tratamentos alternativos.

A terapia de apoio, por exemplo, com técnicas comportamentais de habilidades sociais, podem ser usadas para melhorar as atividades sociais e profissionais. Aulas de treinamento profissional e construção de relacionamentos também ajudam.

Em todo o Brasil, existem programas que destacam os serviços de apoio social para pessoas necessitadas. Os familiares e cuidadores são frequentemente incentivados a ajudar as pessoas com esquizofrenia a continuar seguindo o tratamento. Saiba mais no site da associação http://www.abrebrasil.org.br/

Para que o paciente nunca se sinta sozinho nessa jornada, é fundamental o apoio da família, que tem quase a obrigação de entender o básico da doença, sintomas e principais cuidados. E compartilhar a informação com outros parentes para que eles saibam como agir em determinadas situações.

Por Natália Farah

Comentários

comentar comentar
alimentação balanceada apnéia auto estima beijo celular celulite comportamento contaminação cuidados câncer cérebro depressão dermatologista desconforto abdominal doença dores musculares dores na coluna emagrecer fadiga fertilidade hipertensão hpv hábitos saudáveis insulina les pele radicais livres reciclagem reeducação alimentar rinite alérgica saciedade sedentarismo serotonina sistema respiratório toxina botulínica óculos de sol
MaisEquilíbrio
Parceiro Cyberdiet - ONG Aldeias Infantis SOS Brasil
Cyberdiet é parceiro da ONG Aldeias Infantis SOS Brasil, que já atende mais de 10.000 crianças brasileiras que necessitam de um lar e de uma família. Saiba mais
Copyright © 2014 e-Mídia Sobre MaisEquilibrio.com.br | Sobre e-Mídia | Precisa de ajuda? | Anuncie conosco | Trabalhe Conosco

ATENÇÃO!

As informações oferecidas por este site não são individualizadas, portanto não substituem o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física. Veja informações adicionais em nossos termos de uso e política de privacidade.