Berinjela para controlar o colesterol - MaisEquilíbrio

Berinjela para controlar o colesterol

Estudos indicam que a berinjela ajuda no controle do colesterol e outras doenças

Berinjela para controlar o colesterol

A ciência estuda constantemente os benefícios dos alimentos no bom funcionamento do organismo e a importância dos componentes no controle de doenças. No combate ao colesterol alto, tão mau para o coração e outros funcionamentos do corpo, a berinjela tem sido a mais recomendada, inclusive por especialistas.

E será que ela realmente reduz o alto nível de gordura no sangue? Tempos atrás uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) apontou que o suco de berinjela era capaz de reduzir em 30% o colesterol em coelhos.

Publicidade

Já a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) apresentou a farinha da leguminosa como melhor opção para o controle do colesterol.

Uma das razões consiste no alto teor de fibras solúveis que ela possui. Tais fibras aderem aos sais biliares no intestino e os levam para fora do organismo por meio das fezes. Assim, o fígado é induzido a queimar colesterol para produzir mais bile, o que reduz a quantidade no plasma sanguíneo.

Outra boa notícia refere-se à estética. Como a ingestão do suco de berinjela favorece a eliminação da gordura, o legume se torna um poderoso ingrediente nas dietas de emagrecimento.

A berinjela ainda é rica em água, sais minerais (cálcio, fósforo, potássio e magnésio), vitaminas (A, B1, B2, niacina e vitamina C), saponinas, compostos fenólicos, flavonoides, glicoalcalóides, e tem baixo teor de proteínas.

Além de equilibrar o nível de gordura no organismo, a planta também tem efeito hipoglicêmico, o que é recomendável para quem tem diabetes, combate à aterosclerose, tem ação vasodilatadora e efeito diurético, ideal para quem sofre de hipertensão. No entanto, é sempre importante ressaltar que o consumo do alimento deve ser recomendável pelo médico e não substitui possíveis medicamentos prescritos no controle do tratamento.

Como preparar a berinjela

O legume deve ser preparado com casca, em pedaços grandes e, se for cozido em água, o volume da água de cozimento deve ser o menor possível para minimizar a perda de nutrientes. Além disso, evite cozinhar por tempo prolongado em altas temperaturas para reduzir as perdas das vitaminas hidrossolúveis (C e complexo B).

Para retirar o gosto amargo que a caracteriza, corte-a ao meio, esfregue com sal e escorra, ou deixe-a aberta coberta com água e sal, limão ou vinagre, durante 15 minutos. Escorra em seguida e seque com papel absorvente.

Natália Farah

Comentários

comentar comentar

muito boa mesmo, pena ainda fazerem testes em animais, a unicamp anida fazendo isso!!!

1 relevância Juliana cezar - postado em: 30/11/2013 - 22h40

com certeza a berinjela é um ótimo alimento para ser consumido para o controle do colesterol e também reduzir o peso, eu confirmo à um mês estou ingerindo água de berinjela, um litro por dia, todos os dias eu corto uma berinjela em pedaços e coloco numa jarra de vidro com um litro de água na geladeira e durante o dia tomo a água, principalmente antes das principais refeições.J á perdi 3 kilos fazendo isso.

19 relevâncias Edelves - postado em: 25/11/2013 - 21h14
alimentação saudável amenorréia apetite asma atividade física atividades físicas auto estima bactérias balança beijo candidíase cirurgia plástica convulsão desempenho diabéticos disturbios alimentares doces drogas gravidez gripe h1n1 hipertensão na gravidez mal de alzheimer memória micose nutricionista obesidade organismo parkinson postura quiropraxia reeducação alimentar reumatologia tensão pré menstrual tireóide toc veias dilatadas
MaisEquilíbrio
Parceiro Cyberdiet - ONG Aldeias Infantis SOS Brasil
Cyberdiet é parceiro da ONG Aldeias Infantis SOS Brasil, que já atende mais de 10.000 crianças brasileiras que necessitam de um lar e de uma família. Saiba mais
Copyright © 2014 e-Mídia Sobre MaisEquilibrio.com.br | Sobre e-Mídia | Precisa de ajuda? | Anuncie conosco | Trabalhe Conosco

ATENÇÃO!

As informações oferecidas por este site não são individualizadas, portanto não substituem o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física. Veja informações adicionais em nossos termos de uso e política de privacidade.