Brain Fitness: dicas fáceis para exercitar o cérebro

Especialistas dão orientações para manter a memória em boas condições
Brain Fitness: dicas fáceis para exercitar o cérebro

Foto: Reprodução/ eusemfronteiras

Você sabia que assim como o nosso corpo, nossos neurônios também precisam de fitness? Para não sofrer com problemas de memória, é essencial prestar atenção na forma em que estamos raciocinando.

De acordo com o psicólogo Michael Zanchet, as pessoas só dão conta da memória quando ocorre alguma falha, um esquecimento. E isto pode ocorrer por inúmeros fatores, como cansaço, ansiedade, privação do sono, má nutrição, sedentarismo, entre outros. Alguns fatores como o uso abusivo de apoios ou estímulos externos, como computador e calculadora, também são prejudiciais à memória.

"É importante ressaltar que nossa memória, assim como nosso tônus muscular, apresenta um decréscimo natural com o envelhecimento. Porém, se estimulada, pode manter-se por mais tempo com uma boa qualidade de funcionamento", explica a neuropsicóloga Jacqueline Trindade, da Kurotel, Centro Médico de Longevidade e SPA.

Uma alternativa para quem quer manter a saúde mental sempre em dia é investir no brain fitness. Alguns centros médicos, como a Kurotel oferecem tratamentos inovadores para estimular circuitos neurais, atenção, reorganização de medicamentos entre mais técnicas que podem fazer toda a diferença na sua maneira de pensar.

Segundo a fisioterapeuta Graziele Schwengber, através de estímulos externos percebidos pela pessoa e recebidos no cérebro, há melhora no desempenho das tarefas cognitivas, na capacidade de concentração no que está sendo realizado e na formação de novas associações de neurônios.

Quer exercitar a memória em casa? Veja 8 dicas para deixar os neurônios super saudáveis!

1- Estratégia é tudo

Crie estratégias de memória de armazenamento. Por exemplo, associe imagens em torno de conteúdo que você quer armazenar.

2- Mais qualidade de vida

Priorize a qualidade de vida, adotando exercícios físicos regulares, técnicas de relaxamento, sono com qualidade e uma dieta balanceada, rica em alimentos que contenham vitaminas do complexo B e vitamina D.

3- Planejamento

Planeje e execute novos projetos de vida. E faça mudanças em suas rotinas automáticas.

4- Medicamento, só se necessário!

Evite o uso de medicações sem recomendação médica e de bebida alcoólica com regularidade. E jamais faça uso do cigarro.

5- Controle emocional

Gerencie suas emoções. Trabalhe a confiança e a motivação.

6- Leia. Sempre!

A leitura é uma das melhores maneiras de estimular a memória. Também faça resumos do que você lê e palavras cruzadas.

7- Sossego faz bem

Ao mesmo tempo em que a mente precisa de estímulo, precisa de relaxamento e contato com a introspecção. A meditação tem se mostrado um instrumento muito importante para a melhora da concentração, memorização e sensação de bem estar.

8- Dê um break da correria

Reserve e reveja sua agenda para fazer atividades em família, de autocuidado e de lazer. Distribua o tempo de maneira equilibrada entre trabalho e vida pessoal.

Por Thamirys Teixeira


Comente

Aproveite o Dia dos Namorados para cozinhar receita deliciosas com o seu/sua crush!

Receitas para o dia dos namorados

Últimas

Copyright © 2019 e-Mídia