Atividades físicas para portadores de deficiência - MaisEquilíbrio

Atividades físicas para portadores de deficiência

Atividades físicas para portadores de deficiência

Todos sabem que a prática de atividades físicas é de grande eficácia para a promoção da saúde e bem-estar, não diferente para pessoas portadoras de deficiências ou mobilidade reduzida.

Como para todos, os portadores de deficiências devem iniciar devagar, fazer três sessões de 10 minutos diariamente ou uma única sessão de 30 minutos.

Publicidade

Pessoas sedentárias devem começar com intervalos de atividade entre 5 a 10 minutos e aumentar gradativamente.

Quanto mais exercícios físicos fizerem mais o corpo corresponde e o retorno será uma vida saudável, independente e prazerosa. Mesmo aqueles que precisem de auxílio para realizar exercícios, devem ter sempre em mente que ele é o responsável pelos cuidados com seu corpo.

Independentemente da modalidade escolhida é essencial fazer sempre algo que goste e que dê prazer ao realizá-lo.

A prática de atividades físicas pelos portadores de deficiência proporcionará e poderá:

  • estimular a independência e autonomia;
  • melhorar a socialização com outros grupos;
  • melhorar a auto-valorização, a auto-estima e a auto-imagem;
  • a melhoria das funções organo-funcionais (aparelho circulatório, respiratório, digestivo, reprodutor e excretor);
  • melhoria na força e resistência muscular global;
  • melhora no equilíbrio estático e dinâmico;
  • manutenção e promoção da saúde;
  • desenvolvimento de habilidades motoras e funcionais para melhor realização das atividades de vida diária;
  • aprimoramento da coordenação motora global;
  • superação de situações de frustração;
  • experiência com suas possibilidades, potencialidades e limitações.
  • Com tantos benefícios conheça agora algumas modalidades que poderão ser praticadas por você ou sugeridas para alguém que conheça:

    Judô: segue as mesmas regras da Federação Internacional de Judô, com pequenas alterações por ser praticado por portadores de deficiência visuais, sendo assim a punição por pisar fora do tatame não ocorre. No começo da luta a pegada é feita pelo juiz e o atleta não pode mais mudar de posição, e toda vez que acontecer a separação dos atletas o combate é interrompido. A prática deste esporte consiste em que saber utilizar a força do adversário é mais importante do que aplicar a própria força.

    Natação: esta modalidade é voltada para amputados, portadores de paralisia cerebral, deficiências visuais, paraplégicos e outros.

    As competições são divididas de acordo com as deficiências dos atletas que são três: visuais, deficientes físicos e deficientes cerebrais. As regras são as mesmas utilizadas pela Federação Internacional de Natação com a diferença de o atleta ter a escolha de largar na plataforma ou dentro d’água em algumas provas.

    Tiro: para amputados, portadores de paralisia cerebral e cadeirantes.

    Nesta modalidade os atletas atiram de posições diferentes daquelas determinadas pelas normas internacionais. Os atiradores podem praticar os seus disparos sentados ou em pé devido a um sistema que equipara as chances dos atletas.

    Bocha: para portadores de paralisia cerebral.

    Os jogadores precisam colocar suas bolas o mais perto possível da bola branca que é o alvo e também tirar de perto dela as bolas do adversário. É um jogo de precisão e estratégia e por ser praticado somente por deficientes cerebrais os jogadores podem receber orientações de seus treinadores, sendo esta feita de maneira acústica.

    Vela: modalidade voltada para amputados, cadeirantes, portadores de deficiência visual, paralisia cerebral e outros.

    Apenas duas classes são disputadas: a Sonar composta por três atletas e a pontuação varia de 1 a 7, dadas de acordo com o grau de deficiência. Cada uma das equipes não pode ultrapassar a marca de 12 pontos. A outra classe é a 2,4mR disputada por apenas um velejador em cada barco.

    Por:
    Vanessa Salvador Marietto
    CREF 020396-G/SP

    Comentários

    comentar comentar

    parabens para quem produzil gostei muitoooooooooooooooooooooooo

    0 relevância allana - postado em: 21/11/2013 - 11h04

    Olá. Primeiramente queria lhe dizer que gostei muito da postagem, é sempre bom ver que os exercicios voltados para os deficientes ganham o seu lugarzinho entre os esportes considerados normais. Sou atleta paralimpica, estou atualmente na seleção de volei sentado. Mas também pratico natação e atletismo. Muito obrigada por ter postado uma materia sobre o assunto. Muitas pessoas ainda não conhecem e isso ajuda muito.

    Beijos

    2 relevâncias Layra Cristina - postado em: 14/10/2013 - 08h53

    Olha quero dizer q tirei 10 por causa desse texto ae maneiro vlw ae !

    1 relevância Chupaminhabeluga - postado em: 28/02/2013 - 19h06

    Ola muito interessante a sua materia, apreciei muito porque sou deficiente fisica perna eskerda deambulo com muletas canadenses e estou interessada em praticar natacao ou alguma atividade fisica ,,, teria alguma ideia??? sou de sp/sp bairro consolacao...

    obrigado e parabens

    7 relevâncias nina - postado em: 06/12/2012 - 02h23

    obrigada vou tiar 10 no trabalho

    2 relevâncias mandy moore - postado em: 17/08/2011 - 12h51

    Olá Sueli, tudo bem?

    Sou profª. de Ed. Física especializada em atividade física para Pessoas Deficientes. Atuo com aulas particulares ou em grupo. Caso tenha interesse em mais detalhes e como funciona meu programa, entre em contato (11) 9966-3353.

    Gabriela

    0 relevância Gabriela Queda - postado em: 12/05/2011 - 15h26

    carol e meu nome

    0 relevância carol - postado em: 31/03/2011 - 16h32

    Olá Roseli, temos um projeto de Bocha adaptada para deficientes na USP Leste em SP, não sei se você é de são paulo, mas é um esporte voltado para paralisia cerebral leve até grave. Caso se interesse entre em contato comigo pelo teçefone (11) 7445-5502.

    0 relevância Talita - postado em: 17/03/2011 - 22h05

    tenho uma filha com paralisia cerebral e gostaria que ela praticasse algum esporte, so que ela é bem dependente. talvez vcs possam me passar alguns lugares

    obrigada

    sueli

    5 relevâncias sueli martinelli - postado em: 15/03/2011 - 16h15
    Olá Sueli, tudo bem? Sou profª. de Ed. Física especializada em atividade física para Pessoas Deficientes. Atuo com aulas particulares ou em grupo. Caso tenha interesse em mais detalhes e como funciona meu programa, entre em contato (11) 9966-3353. Gabriela
    Gabriela Queda - postado em: 12/05/2011 - 15h26
    Olá Roseli, temos um projeto de Bocha adaptada para deficientes na USP Leste em SP, não sei se você é de são paulo, mas é um esporte voltado para paralisia cerebral leve até grave. Caso se interesse entre em contato comigo pelo teçefone (11) 7445-5502.
    Talita - postado em: 17/03/2011 - 22h05

    obrigado pelas dicas .. penso que irei tirar um 10 no maximo hahaha

    2 relevâncias manuela - postado em: 08/02/2011 - 12h14

    Além de eu tirar uma nota boa na escola ,

    Me ajudou também a compreender os Deficientes Fisicos,

    a ver que mesmo sendo deficientes eles também são pessoas normais

    que também podem praticar Exercícios Fisicos.

    1 relevância Fernanda - postado em: 05/12/2010 - 12h41

    Dicas maravilhosas,tirei 10 no trabalho !!!! :)

    0 relevância Kaianne - postado em: 26/11/2010 - 15h47

    Bom dia, primeiramente queria dizer que eu adorei o blog, super interessante, muita informação legal, e ressaltar que meu irmão é cadeirante e ele pratica musculação e natação na Companhia Athletica, ele adora lá, diz que os professores são muito atenciosos com ele, ele era super timido, agora está todo todo rsrsrs..

    1 relevância Nathalia Pinheiro - postado em: 24/11/2010 - 13h33

    Querida autora

    Tenho uma critica á nomenclatura empregada em seu comentário em relação á portadores de deficiência onde na verdade esse termo já está não é utilizado pois portador seria caso o deficiente quisesse deixar de portar ele pudesse o que não ocorre ,o correto é dizer pessoa com deficiência física.

    2 relevâncias Rosangela lima - postado em: 19/11/2010 - 09h48
    Quanto à nomenclatura, segundo me informaram, de um modo genérico, sem separá-los por físico, visual, auditivo, chamam-se pessoas com necessidades especiais, o físico é chamado de com mobilidade reduzida. Minha irmã tem mobilidade reduzida e também fiquei interessada sobre qualquer atividade que ela possa desenvolver, ela já possue o transporte da prefeitura de São Paulo (Atende), alguém pode indicar algum lugar?
    Christiane - postado em: 03/05/2013 - 21h45

    esse seu trabalho me ajudou a compreender mais os deficientes fisicos e a respeita-los mais alem de ter me ajudado a fazer meu trabalho escolar sobre isso.

    muito obrigada.

    atenciosamente,

    PRISCILA

    2 relevâncias priscila de souza felix - postado em: 21/09/2010 - 19h56
    carol e meu nome
    carol - postado em: 31/03/2011 - 16h32

    Obrigado pelas dicas,acho que vou tirar um10 no trabalho!!!

    0 relevância kelly - postado em: 01/09/2010 - 08h53
    academia bio ritmo aeróbica alongamento barriga sarada bicicleta braços caminhar canoagem chocolate ciclismo indoor corrida creatina dance mix diversão eliminar peso emagrecer emagrecimento estresse família gyrotonic hipertensão arterial hormônios judô mar massagem medidas panturrilha personal trainer postura pés rafting reeducação alimentar respiração rubber band teste ergoespirométrico tpm
    MaisEquilíbrio
    Parceiro Cyberdiet - ONG Aldeias Infantis SOS Brasil
    Cyberdiet é parceiro da ONG Aldeias Infantis SOS Brasil, que já atende mais de 10.000 crianças brasileiras que necessitam de um lar e de uma família. Saiba mais
    Copyright © 2014 e-Mídia Sobre MaisEquilibrio.com.br | Sobre e-Mídia | Precisa de ajuda? | Anuncie conosco | Trabalhe Conosco

    ATENÇÃO!

    As informações oferecidas por este site não são individualizadas, portanto não substituem o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física. Veja informações adicionais em nossos termos de uso e política de privacidade.