Inteligência emocional: pode influenciar no seu trabalho?

Saiba mais como lidar com as emoções em seu ambiente de trabalho
Inteligência emocional

Foto: iStock / © AivarsR

O mercado de trabalho tem exigido e mostrado cada vez mais a importância de se ter profissionais habilidosos socialmente. Desde empresas a cozinhas, tem-se esperado muito, além de profissionais bem qualificados tecnicamente, cheios de diploma e títulos. Almejam-se profissionais com diferenciais, capazes de lidar com as suas próprias emoções, lidar em situações de stress e conflito, além de um profissional que sabe se relacionar com as diferentes pessoas e funções.

Podemos ver claramente essas exigências hoje em dia de diferentes formas. Um reality show de culinária, em alta atualmente no Brasil e no mundo, nos mostra o quanto é importante o equilíbrio emocional durante as diferentes provas e disputas. Não basta apenas saber cozinhar, é preciso saber lidar com as diferenças entre as pessoas, usá-las em suas habilidades e potencializá-las, trabalhar sob pressão de tempo e eficácia, além de lidar com as próprias expectativas e a dos outros.

E no mercado corporativo?  

Já nas empresas, todo mundo pode se perguntar por que as pessoas que são apenas academicamente mais inteligentes, com frequência, não são pessoas com a carreira de sucesso. Para ser bem sucedido não basta apenas desenvolver a inteligência acadêmica. O profissional mais limitado às suas habilidades técnicas e pouco desenvolvido e sensível ao outro perde muito espaço no mercado e dificilmente atinge posições de liderança e destaque. Inflexibilidade, individualidade, arrogância, insegurança, medo, dificuldade para trabalhar em grupo e para lidar com o novo são características que não se espera de um profissional. 

Atualmente, tem se ouvido falar muito sobre inteligência emocional, ela influencia no desempenho do trabalho e na vida, afeta a forma como você enxerga as pessoas e lida com elas. No trabalho, ter estrutura para lidar com as pessoas, as cobranças e stress, além do suporte para liderar e motivar os outros, e se destacar na carreira. A inteligência emocional pode ser entendida como a capacidade de identificar e gerir os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de lidar com situações socialmente complexas. 

Busque o autoconhecimento

Como podemos notar, se conhecer é peça fundamental para o desenvolvimento da inteligência emocional. O autoconhecimento proporciona o reconhecimento das próprias emoções e como elas influenciam os nossos comportamentos. É importante reconhecer e potencializar nossas habilidades e minimizar e trabalhar os nossos déficits, o que nos torna autoconfiante.

Quando a gente se conhece é um grande passo para desenvolver o autocontrole. Nós precisamos saber os desencadeadores dos nossos comportamentos menos produtivos para prevê-los e controlá-los, assim, podemos evitar as consequências não esperadas. Autoconhecimento, autoconfiança e autocontrole andam juntos e nos permitem estarmos abertos à troca de experiências e aprendizados mais saudáveis e produtivos.

Quando desenvolvemos a capacidade de se conhecer e se controlar, estamos a um passo de entender mais como os outros se sentem e se comportam, e essa é uma rica habilidade. É importante que estejamos sensíveis ao outro, escutar, perceber e ver o que o outro espera. Se colocar no lugar do outro. Assim, a comunicação tende a ficar mais clara e fluida. No trabalho é possível aprender a influenciar e se relacionar melhor em equipe.

O sucesso em suas mãos

Para se ocupar uma vaga em uma empresa, é preciso – além de sorte ou oportunidade -, é preciso ter a consciência que o seu sucesso profissional está em suas mãos. As pessoas que apresentam inteligência emocional são capazes de criar oportunidades e se destacar em sua carreira. A autoconfiança alimenta a coragem para enfrentar desafios e a ambição para crescer. 

Entretanto, se você não se enxerga nessas características, sempre é tempo de mudar e buscar se desenvolver. O ser humano tem a capacidade única de mudar e se adaptar. Buscar informações, procurar ajuda de profissionais, como psicólogos, se observar, se descrever e focar nos seus objetivos são alguns dos segredos para o profissional que está no caminho do sucesso. 

Nos dias de hoje, em qualquer ramo é preciso ter o equilíbrio das emoções e saber se relacionar. Da cozinha a empresas, essa habilidade é fundamental. Podemos ver o quanto pessoas que apresentam uma inteligência emocional mais desenvolvida se destacam e se sentem mais realizadas. Sempre há tempo de se correr atrás dos objetivos e buscar a realização, não fique parado, o amanhã começa agora. 

Psicóloga Camila Reis - www.psicologosberrini.com.br/camilareis 


Comente

Últimas

Copyright © 2019 e-Mídia