Água: qual a melhor para o consumo?

Para beber e até para emagrecer, a escolha da água é importante

Nas prateleiras encontramos águas para consumo de várias marcas e tipos. Algumas com mais ou menos sódio, com o pH diferenciado, e nessa variação, como escolher a mais apropriada?

A nutricionista Márcia Loureiro explica que o ideal é sempre analisar os elementos de cada água para saber se você está comprando um bom produto, já que a qualidade da água é determinada pela quantidade e pela qualidade dos minerais que ela contém. 

Listamos vários tipos de água existentes, porém, só algumas são destinadas ao consumo humano. São elas:

Água potável: apresenta as condições ideais para a saúde. Essa água pode ser tratada ou retirada de fontes naturais, desde que seja pura. Ela deve ser insípida (não ter gosto), inodora (não ter cheiro), incolor (não ter cor) e desprovida de microorganismos que causam doenças, como, por exemplo, os coliformes fecais. “A água da torneira, por exemplo, tem diferentes composições e muda de cidade pra cidade, mas basta checar as informações com a companhia de saneamento”, revela a nutricionista.

Água mineral: possui grande quantidade de minerais oriundos da natureza. Alguns tipos são próprios para o consumo, tanto que são envasadas e vendidas por empresas.

Água purificada: é aquela tratada por purificadores de água.

Água doce: é a água que encontramos em rios e lagos. Para ser consumida precisa passar por processo de tratamento específico.

Como escolher a água de consumo?

Márcia orienta buscar uma água com um bom pH, isto é, entre 7 e 10 - o melhor pH é entre 7,35 e 7,45, ideal para o bom funcionamento do organismo - uma pequena quantidade de sódio, zinco, cloreto, lítio, nitrato, bário, vanádio, sulfato e bons níveis de outros minerais importantes para a saúde, como o potássio e o magnésio.

E para quem quer emagrecer, a água escolhida faz diferença. “A água desempenha um papel essencial em quase todas as funções do corpo humano. Ela é importante para que o organismo funcione melhor, auxiliando no seu metabolismo e contribuindo para o emagrecimento”, explica.

Márcia explica que a diferença de sódio de uma marca de água  para outra fará diferença no processo de emagrecimento. “As marcas que apresentam baixo teor de sódio ajudam a diminuir a retenção de líquido no organismo. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o recomendado é de 600 mg/l de sódio”, adverte.

Água não tem calorias, mas tem micronutrientes: vitaminas A, D, E, K, C, complexo B e minerais cálcio, ferro, sódio, magnésio, zinco, fósforo.

Portanto, a água é necessária para a formação dos tecidos do corpo, auxilia na digestão, absorção e no transporte de nutrientes, dilui os resíduos do corpo reduzindo a toxicidade, auxiliando o processo de excreção. Além de manter a temperatura do corpo estável, ela serve de base para todas as secreções líquidas. Desde que potável, a água é um elemento vital para o funcionamento harmônico de nosso organismo.

Por Jessica Moraes


Comente

Aproveite o Dia dos Namorados para cozinhar receita deliciosas com o seu/sua crush!

Receitas para o dia dos namorados

Últimas

Copyright © 2019 e-Mídia